sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

6 coisas...

Mais um desafio que vou agora responder, enquanto a minha princesa descansa um pouco pois está com febre desde ontem. Amanhã, se se mantiver lá vou eu ao hospital...

Desafio proposto por Zé Gonçalves em http://porentremontesevales.blogspot.com

Dizer 6 coisas próprias, peculiares a meu respeito...

1 - Antes de mais nada amo a minha filha... É a minha razão de viver e a força que tenho para encarar cada dia com um sorriso novo. Tudo o que ela faz é maravilhoso, desde as birras descomunais que quase manda a casa abaixo, aos abraços inesperados e aos beijinhos molhados. Ela é sem dúvida tudo para mim. Se eu soubesse o quão bom é ser mãe teria sido mãe à mais anos.

2 - Adoro a minha mãe. Por vezes entramos em choque frontal a 100 km/hora, mas amo-a do fundo do meu coração. Por vezes acho que por sermos parecidas é que nos desentendemos... E por vezes acho que por sermos tão diferentes perante certas situações da vida é que nos chocamos. Vá lá a gente entender as mulheres...

3 - Adoro S. Martinho do Porto. Por mais estranho que possa parecer S. Martinho faz parte de mim, enquanto pessoa, enquanto mulher, enquanto cidadã. É aqui que sou feliz, é aqui que possuo as minhas raízes, é aqui que sei quem sou, e o que quero. Já mais do que uma relação amorosa minha, fracassou precisamente por os meus «pares» não conseguirem dar o valor que eu dou à minha terra. Renegando, rebaixando o que eu amo acabam por o fazer igualmente a mim. E acabam por me perder. Já mais de uma vez que eu disse que não me corre sangue nas veias... Mas, sim água salgada...

4 - As amizades para mim são o sal da minha vida. Posso dizer com muito orgulho que conto com alguns amigos verdadeiros. Daqueles do coração. Daqueles que podemos receber em nossa casa às 4 da manhã e nem sequer nos darmos ao trabalho de ter de vestir «qualquer coisa mais apropriada que o pijama». Amigos que nos ajudam quando estamos em baixo, que se riem connosco, que vão connosco ao altar em dia de casamento e à conservatória em dia de divórcio... Que nos ajudam a mudar de casa e que nos ajudam a pensar se não devíamos parar para pensar. Amigos que nos dizem as verdades por mais amuada que eu fique. Amigos que me deu chapadas para acordar para a realidade em vez de me deixar atolar num lago de auto-comiseração. Amigos que estão lá e que contam connosco sempre que precisam. Eles sabem quem são, onde estou, e que seja quando for, e que esteja eu como estiver, estou sempre lá por inteiro para eles...:) A todos eles. Obrigado!!!!

5 - Amor. Quero muito encontrar O Amor. O Amor com A grande. Que nos faz falta nos dias de chuva, e nos dias de Sol. Com quem queira passar o resto dos meus dias, mesmo que depois aconteça algo e que nos tenhamos de separar. Quero ter pelo menos a ilusão que quero aquela pessoa para sempre, envelhecer com ele, sentir-me simplesmente eu ao pé dele. Não preciso de um príncipe encantado que esse só existe nos contos de fadas e está na cama com a Cinderela. Só quero alguém que eu consiga amar, apesar de todos os defeitos que tiver, e que me ame a mim, com todos os meus defeitos e com todo o meu feitio reles.

6 - Uma paixão secreta. Escrever. Escrever muito. Sobre tudo. Histórias fantasiadas. Diários sobre mim. Poemas sobre isto e aquilo. Blogs. Escrever. Tenho dossiers e dossiers cheios de palavras minhas. Qualquer dia pego em mim, nalgumas centenas de euros e edito um livro com algumas das minhas histórias e depois faço muita publicidade para toda a gente comprar um :)

E agora visto não conhecer mais blogs do que aqueles que já foram «desafiados» não irei colocar o desafio a ninguem sem ser a:
http://www.princesasdesencantadas.blogspot.com/

Beijinhos e bom fim de semana

4 comentários:

elvira carvalho disse...

Gostei das suas respostas. Deus a ajude a encontrar esse Amor que tanto deseja e merece.
Um bom Domingo
Um abraço

Jose Gonçalves disse...

Olá minha querida amiga

Em primeiro lugar quero dizer-te bem alto que não sou assim tão FABULOSO como me chamas. I'm just me! OK?

Em segundo lugar, vejo que não te tens em muito boa conta e não sei porquê. Estás sempre a "mimosear-te" a ti própria com adjectivos menos simpáticos e isso talvez se fique a dever ao facto de te teres esquecido de comprar espelhos para casa.
E nem serão precisos, olha apenas para dentro de ti e verás como tens andado enganada.
Em terceiro lugar, vejo que queres muito encontrar o amor, o Amor da tua vida. Espero que esta ansiedade não te continue a tapar os olhos e os ouvidos.
Pára mesmo Rakel. Olha em redor e vê como tens gente linda que te quer e precisa de ti. A tua mãe é uma resmungona mas eu, como sabes, aprendi a lidar com ela. Para ti essa relação deve ser ainda mais fácil.
Sobretudo, não te entregues à primeira. A fase da vida que vais enfrentar vai trazer-te muito vulnerável e por isso estarás aberta a muitas solicitações e abordagens. PÁRA, PONDERA e eu não gostaria de dizer ESCOLHE, mas tenho de o fazer. Escolhe o melhor caminho que a vida te proporcionar e goza um dia de cada vez.
Não guardes os sentimentos, solta-os, diz o que vai na alma, mas não te deixes enredar em mais teias das quais te venhas a arrepender no futuro.
A nossa Carol precisa de uma mãe, alegre, decidida, forte, corajosa,linda, amorosa, meiga, sedutora...
Sabes onde me encontrar se de mim precisares, mas nada de precipitações, se é que me faço entender.
Um grande beijinho e um bom fim de semana
José Gonçalves

Rakel Macedo disse...

Amiga Elvira,

Há coisas que sabemos que nunca vamos encontrar. Esse Amor é uma delas :)
Beijinhos e boa semana

Rakel Macedo disse...

Olá meu amigo Zé (isto de tratar por Zé começa a ser um hábito, não é de admirar que um dia na rua diga: «olá zé» :))!!

Antes de mais nada obrigado pelas palavras. Aquecem sempre a alma :)

E eu falei em encontrar o Amor, fazendo parte do desafio. Não o tenciono procurar, nem é algo que quero muito encontrar. Se encontrar fico feliz, senão também não andarei à procura. Já encontrei o AMOR da minha vida. Não só com A grande mas sim todo em maiúsculas... A minha Carol. Tudo o que depois vier será um ganho :)

A vida apresenta-nos sempre muitas maneiras de podermos escolher os nossos caminhos. Só temos de saber o que realmente queremos para nós.

A minha prioridade hoje, amanhã e sempre será a Carolina. Para sempre mesmo. E este será o único sempre que eu poderei utilizar. Nada mais é para sempre.

Só sempre demasiado preocupada em relação ao local onde vou chegar depois das decisões tomadas. Uma coisa que aprendi é que tenho de começar a ser mais descontraída com a vida, aproveitar o que a vida me dá hoje em vez de pensar no que posso perder amanhã...

Beijinhos e boa semana